<
 
D I R E C T O R OD E S T E ON Ú M E R O
Fernando Pinto do Amaral

C O N S E L H OO E D I T O R I A L
Carlos Mendes de Sousa
Gastão Cruz

Paulo Teixeira
     
 
0n20 4|2007
 
     
 

S U M Á R I O

Luís de Camões

Ensaio
LUÍS DE CAMÕES

Frederico Lourenço – O contributo das Rhythmas de 1595 para a ordenação dos poemas líricos de Camões
Jorge Fazenda Lourenço – Camões em Sena (algumas linhas)
Jorge Fernandes da Silveira – Entre as raízes e o labirinto: Camões no caminho de Santiago
José Carlos Seabra Pereira – Primeiros apontamentos sobre Camões no
Neo-Romantismo português
Vítor Aguiar e Silva – Camões e a comunidade interliterária
luso-castelhana nos séculos XVI e XVII (1572-1648)

Depoimentos
LUÍS DE CAMÕES

Ana Luísa Amaral – Habitar o fogo e a visão
António Carlos Cortez – Camões, poeta contemporâneo
Fernando Pinto do Amaral – O “desejo que dá força ao pensamento”
Gastão Cruz – As “verdades puras” de Camões e a sinceridade em poesia
Manuel Alegre – Que porque
Nuno Júdice – Camões sempre
Pedro Tamen – Camões e eu
Vasco Graça Moura – A descoberta de Camões

Poesia
INÉDITOS


Ana Paula Tavares
Conceição Lima
José Luiz Tavares
Luís Carlos Patraquim

Crítica
LIVROS


António Carlos Cortez – A luz total
Fernando J. B. Martinho – O termo da memória
Ana Paula Coutinho Mendes – Do álbum da transumância poética de Nuno Júdice
Rosa Maria Martelo – A dúvida como modo de ler
José Ricardo Nunes – Pura cura

topo
<
>